UNIMES

Virtual

UNIMES

Presencial

Boleto

Online

O PORTAL DE CONTEÚDO DA UNIMES

NOTÍCIAS

Destaques, Odontologia

Metodologias ativas na Odontologia: dinâmica e inovação nas aulas presenciais

22/09/2021

Que a Faculdade de Odontologia de Santos (FOS-Unimes) tem tradição, é inegável. São mais de 40 anos na Baixada Santista, formando milhares de cirurgiões-dentistas, legado trazido da professora Rosinha Viegas, que criou a primeira Faculdade da área na região.

Um dos diferenciais que o curso de Odontologia apresenta é o trabalho do corpo docente, sempre estimulando os alunos a aprender de formas diferentes. As metodologias ativas, que têm por proposta o estudante no centro do processo de aprendizagem (sendo responsável pela construção do conhecimento), são utilizadas por muitos professores da UNIMES.

Nas aulas de Estomatologia, o professor Narciso Assunção utilizou trabalho de um aluno para poder ensinar aos demais colegas/Foto: Natasha Guerrize/Assessoria de Imprensa

Um dos destaques vai para as aulas de Semiologia I e II, ministradas pelo professor Narciso Assunção. Um de seus alunos, André Luiz da Silva, do 5º semestre da graduação integral, trabalha com caracterização artística. Para o docente das disciplinas, as metodologias ativas são cada vez mais necessárias no ensino superior, por conta das novas tendências e da formação dos nossos alunos.

“A própria pandemia nos exigiu reinvenção”, argumentou o professor Narciso. “A ideia da caracterização artística acrescenta muito para o ensino da Estomatologia, que é a especialidade da Odontologia que diagnostica e trata as doenças do complexo maxilomandibular. O André acrescentou muito no processo de ensino-aprendizagem. O fato da proposta partir de um aluno, e a gente só fazer as devidas orientações técnicas da disciplina, nos deixa muito felizes e orgulhosos. É uma proposta maravilhosa para evidenciar a pró-atividade dos estudantes. Auxilia a ele próprio, aos professores e aos demais colegas de forma lúdica”, completou.

Outro caso é o do professor Paulo Eduardo Pereira, que leciona Fisiologia para o curso de Odontologia. A proposta do docente é que os alunos fizessem seminários práticos para explicar vias neurais de dor, vias neurais de olfação e vias neurais da gustação. Autonomia e proposta de “sala de aula invertida”.

“Minha proposta foi a formação de grupos para que cada aluno pudesse explicar as principais vias neurais, que faz parte dos estudos de Sistema Nervoso Central, aprendido em Fisiologia I”, comentou. “Os alunos podiam apresentar o conteúdo da maneira que eles acharem mais conveniente e didático. Fazem uso de alimentos, produtos que são associados a cheiros específicos, mecanismos táteis, entre outros”, acrescentou. Além de slides de apresentação, maquetes também foram o destaque para as aulas do componente curricular.

Proposta de seminários, maquetes: os alunos e a “sala de aula invertida” para a Fisiologia, ministrada pelo professor Paulo Eduardo Pereira/Foto: Arquivo Pessoal
Comentários