UNIMES

Virtual

UNIMES

Presencial

Boleto

Online

O PORTAL DE CONTEÚDO DA UNIMES

NOTÍCIAS

Direito, UNIMES, Unimes na Mídia

#UnimesEmCasa Conheça a rotina de estudos de Melissa, estudante de Direito

06/05/2020

Por conta da pandemia, estudantes da Unimes tiveram de se adaptar à nova rotina; cada dia, um perfil diferente por curso

Neste especial, vamos apresentar as histórias de adaptação aos estudos remotos durante a quarentena.

Nossos estudantes dos cursos de graduação presenciais têm se mostrado determinados e focados para continuar os estudos, mesmo com todas as atribuições do dia a dia.

A primeira da série #UnimesEmCasa é a Melissa Okada Yamashita. Ela é estudante do 7º ciclo de Direito (Diurno), tem 40 anos e também assume afazeres de casa importantes, além do trabalho e de estar ao lado do seu “Vade Mecum”: cuidar do marido e do filho Danilo, de 9 anos são grandes prioridades em sua vida!

Inspirações de alunos, como é o caso dela, motivam os próprios professores da Unimes a continuar no trabalho incessante pelo ensino em tempos de pandemia.
 
1 – Como tem sido a sua rotina de estudos durante a quarentena? Você fez
algum planejamento específico?

Na minha família, somos em três pessoas (eu, meu marido e meu filho de 9
anos), e todos estamos em sistema remoto (eu na faculdade e trabalho, meu
marido no trabalho e meu filho em suas aulas do Ensino Fundamental).
Inicialmente, tivemos que adaptar um local específico para cada um exercer
suas atividades a fim de extrairmos o máximo proveito das atividades desenvolvidas ao longo do dia. Também precisamos organizar os horários (que incluem aulas, reuniões, refeições) para sincronizarmos com as rotinas de cada um. Quanto aos estudos, eu tenho assistido às aulas regularmente no horário habitual que iria para a faculdade. Quando a Unimes ainda estava implementando o sistema ao vivo (pois levou alguns dias), os professores enviaram vídeos e/ou áudios com os conteúdos das aulas e utilizei os mesmos horários da grade presencial para que não houvesse acúmulo de matérias. Tento utilizar o sistema de 24 ou 48 horas após as aulas ministradas para revisar o conteúdo, mas preciso também conciliar com os cuidados do meu filho, então tal estudo tem sido mais proveitoso aos finais de semana, pois nessa época de quarentena temos permanecido em casa quase que integralmente (saindo somente para fazer alguma compra no mercado ou drogarias).

2 – Apesar do momento em que vivemos, quais as vantagens que você têm
tirado em relação aos estudos?

Inicialmente saliento que, na turma que estudo, 7º semestre Diurno de Direito,
houve a colaboração e ajuda de todos (no acesso ao novo sistema, ao
cronograma de trabalhos para serem entregues, na ajuda por algum material
de apoio relevante), para que esse período fosse o menos chocante possível.
Isso é muito importante ressaltar porque temos uma visão de que a sociedade
é muito individualista e houve um movimento de união de todos num momento
tão delicado. Em relação aos estudos, eu tenho valorizado cada momento que consigo ter a concentração total no aprendizado de uma matéria, pois estou em um novo contexto, passível de grandes distrações e tenho que ter muito foco para conseguir estudar com profundidade. Também estou com a consciência de que estamos em adaptação e que cada passo conseguido ao longo desse percurso (uma produtividade maior em relação aos estudos) já é uma vitória.

3 – Como os professores têm colaborado nas aulas? Quais recursos têm
facilitado neste processo?

Desde o início colaboraram muito, respeitando o horário normal de aula (que
seria do presencial). Alguns professores enviaram vídeos, outros áudios, pois,
assim como nós alunos, eles precisaram de tempo para conhecer as ferramentas necessárias para a passagem de conteúdo com a maior eficiência
possível. Além disso, os professores elaboraram materiais para que a aula tivesse o maior aproveitamento possível e sempre se mostraram disponíveis para sanar qualquer dúvida após as aulas, seja pelo sistema Moodle ou mesmo pelo aplicativo WhatsApp.

4 – Que dicas você daria para ajudar outros alunos a acompanharem melhor as
aulas?

Cada pessoa tem um melhor modo de apreensão de conteúdo. Eu imprimo o
material fornecido pelo professor e anoto as observações mais relevantes e
faço resumos regulares. Alguns colegas de turma digitam no material fornecido
também e salvam para estudar posteriormente e outros utilizam o caderno e
livro em conjunto para melhor aprendizado. Como minhas aulas são no período matutino, acho relevante ter uma rotina antes das aulas, ou seja, trocar de roupa, tomar café da manhã (entre outras atividades que faríamos se estivéssemos no sistema presencial) e sentar no local determinado de estudos, pois acredito que o nível de concentração aumente. É importante ter a consciência de que estamos ainda em adaptação, ou seja, sabermos que esse novo contexto não trará a mesma produtividade que estávamos acostumados, mas que a cada dia possamos nos adaptar e conseguir melhorias contínuas.

Comentários
Fale conosco