Medicina Veterinária no Meio Ambiente Litorâneo

A Pró-Reitora da Universidade Metropolitana de Santos – UNIMES, no uso de suas atribuições regimentais e de acordo com a legislação vigente, torna pública a abertura de inscrições para o processo seletivo dos(as) candidatos(as) ao programa de Mestrado em Medicina Veterinária no Meio Ambiente Litorâneo – Modalidade Acadêmico.

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO:

Medicina Veterinária

RECOMENDADO PELA CAPES

Proposta nº 1531/2015. Aprovação publicada em 15/07/2016

COORDENAÇÃO

Prof. Dr. Milton Ricardo Azedo

Público Alvo

Profissionais graduados em cursos de educação superior em Medicina Veterinária e áreas afins

APRESENTAÇÃO

O Programa de Mestrado Acadêmico “Medicina Veterinária no Meio Ambiente Litorâneo” busca aprimorar a atuação e a inserção de profissionais de Medicina Veterinária e de áreas afins frente às características distintas do bioma litorâneo, realizando estudos e pesquisas com vistas a:

  • Inserir-se no debate interdisciplinar que envolve questões relativas à Medicina Veterinária, em diferentes campos do saber;
  • identificar as características relacionadas às enfermidades dos animais, suas particularidades relativas à diversidade e, em especial, aos aspectos sazonais, do bioma litorâneo e sua influência na manutenção da saúde humana;
  • Detectar agentes contaminantes decorrentes da ocupação populacional, industrial e portuária, bem como seu monitoramento, e identificar os consequentes danos à saúde das populações animais aquáticas e terrestres;
  • Buscar o aprimoramento tecnológico para fomentar o agronegócio, focado na conservação ambiental, na sustentabilidade e na segurança alimentar, e estimular o empreendedorismo, com o aperfeiçoamento de processos produtivos capazes de gerar renda e promover a inclusão social, nas condições edafoclimáticas do bioma litorâneo;
  • Avaliar criteriosamente novas tecnologias relacionadas à saúde, à produção animal e à exploração do meio ambiente litorâneo;
  • Formar profissionais qualificados para as atividades de pesquisa e docência na educação superior na Medicina Veterinária e em áreas afins, bem como gerar conhecimento para a adoção de políticas públicas educacionais e de assistência;
  • Ampliar a capacidade profissional de avaliar e utilizar novas tecnologias incorporadas à Medicina Veterinária com foco na gestão de processos, na identificação de demandas loco-regionais e na aplicabilidade destas tecnologias no ambiente público e privado;
  • Aprofundar os estudos e as pesquisas com vistas a promover a circularidade virtuosa entre os níveis de graduação e pós-graduação, promovendo a integração dos mestrandos com graduandos e demais docentes da UNIMES, contribuindo desta forma com seu processo de aprimoramento profissional a partir de um perfil crítico sobre as inovações tecnológicas e de procedimentos.

Assim, o Programa de Mestrado Acadêmico “Medicina Veterinária no Meio Ambiente Litorâneo” contribui para o adensamento da produção de conhecimento voltada à Saúde Única, de modo a constituir um núcleo de referência em Medicina Veterinária aplicada ao bioma litorâneo nos contextos regional, nacional e internacional.

Perfil do Egresso:

A integralização do Programa de Mestrado Acadêmico “Medicina Veterinária no Meio Ambiente Litorâneo” deverá possibilitar ao egresso tornar-se atuante nos diferentes campos da Medicina Veterinária e em áreas afins, munido das capacidades requeridas para a docência e pesquisa, com instrumentos teóricos, metodológicos, técnico-científicos, éticos e políticos para:

  • Promover o intercâmbio e a cooperação científica com centros de pesquisa e de formação diversos, no Brasil e no exterior, bem como com a sociedade, por meio dos produtos e serviços oriundos da pesquisa em Meio Ambiente, Produção Animal, Saúde Animal e Saúde Humana;
  • Planejar, viabilizar e executar novos procedimentos na área profissional de atuação, produzindo novos conhecimentos e comunicações científicas correlatas;
  • Atuar na docência do ensino superior, articulando no exercício profissional, as atividades de ensino, pesquisa e extensão; e
  • Desenvolver pesquisas sobre vigilância epidemiológica e controle de enfermidades dos animais no ambiente litorâneo, terrestre e marinho e sobre fatores de risco à saúde humana.

Desta forma, o egresso estará apto a se integrar a equipes multidisciplinares, com capacidade de produzir adequações de novos conhecimentos às necessidades loco-regionais, atuando como gerador de alternativas de processos e de procedimentos. Notadamente, o egresso estará apto a atuar como agente na formulação de ações de políticas públicas e, em especial, educacionais, de sustentabilidade e de consciência ambiental nas vertentes de produção animal, de saúde animal e sua sólida interface com a saúde pública e na conservação do meio ambiente.

ACESSO RÁPIDO